Avise seus amigos:

Em tempos de quarentena, existem algumas tarefas que até parecem ser os maiores desafios que já enfrentamos. Quem está acompanhando as redes sociais, não é segredo que estudar em casa não está algo fácil para a grande maioria das pessoas!

Mas, como ficar sem estudar não é uma opção – principalmente para pessoas que estão em preparação para o vestibular -, manter o ritmo de estudos e acompanhar as aulas são parte do processo de adaptação a nossa nova realidade.

Caso você esteja tendo dificuldades com isso, continue acompanhando nosso conteúdo para conseguir algumas dicas. Isso tudo vai passar e as coisas começarão a fluir, mas não se esqueça: para dar certo, fique em casa

 

Crie uma rotina!

Pode parecer estranho, mas nós gostamos de regras! É a mesma história das filas. Já ouviu falar que, mesmo quando não há nenhuma, nós sempre procuramos uma fila para seguir? 

Estamos acostumados com um sistema que impõe hora para acordar, períodos de estudo, horário comercial, momentos de lazer e outros para cuidar da saúde. Nossa agenda é marcada por compromissos e nós vivemos em função disso! 

Ainda que alguns tenham mais facilidade em não lidar com horários comuns, de certo essas pessoas seguem um cronograma para que sejam assertivos em suas tarefas. 

Por isso, mesmo que não saia de casa, crie uma rotina com novos e velhos hábitos. Para deixar isso mais palpável, você pode colocar tudo em uma agenda, criar um mural, usar post-its ou fazer valer a compra de seu planner! 

Todo estudo precisa de concentração e disposição! Então, procure sistematizar suas ações diárias em função dos seus compromissos com horário (como as aulas, por exemplo). 

Se as aulas não tem hora marcada (não são transmitidas ao vivo), procure assisti-las nos momentos do dia que você sabe que fica mais produtivo.

estudar em casa dicas 

Prepare um ambiente exclusivo para os seus estudos 

Assim como há um momento certo para todas as coisas, ter um lugar específico para cumprir com suas obrigações faz toda diferença. 

Portanto, o melhor que podemos recomendar é: comece criando seu cantinho do estudo! 

Este local deve ter espaço para seu computador, seus livros e cadernos para anotações, além de ter os recursos necessários para facilitar o momento dedicado ao crescimento intelectual. como tomadas, internet (lembrando que para segurança do seu computador é imprescindível ter um bom antivírus), assento confortável e boa iluminação. 

 

 Esqueça das redes sociais e sites que costumam despertar seu interesse 

Procrastinar é o mal do século! Sabe tudo aquilo que você acha que não vai pra frente? Talvez esteja faltando foco, uma pitada de responsabilidade e duas colheres de chá de compromisso! 

Quando você se dispuser a estudar ou acompanhar aulas online, esqueça todo o resto. Ainda que pareça ser muito importante responder mensagens em aplicativos de conversa, acredite, as pessoas podem esperar alguns minutos ou horinhas para receber sua resposta. 

 

Ao invés de se sabotar, use a tecnologia ao seu favor. Pesquise, busque ferramentas que possam otimizar o seu tempo, crie documentos e anote tudo que considerar importante. 

 

Esse momento é SEU! Deixe sua família avisada que você não está disponível enquanto estuda

Não faz sentido interromper a procrastinação pelo celular e não demonstrar total interesse nas aulas quando sua família “te chamar”. Seja qual for sua rotina, oriente seus familiares a respeitarem seu momento dedicado às aulas. 

 

Trabalhe na organização, paciência e autocontrole

Essa experiência é nova. Consequentemente, não vai ser nada fácil adaptar-se como em qualquer mudança! Você não está sozinho e não é o único a se sentir perdido. 

Outro fator que pesa muito nesse momento é: nem todas as escolas e universidades se prepararam para migrar 100% ao mundo digital. De certo, estão fazendo o possível para garantir ferramentas, mas ao mesmo tempo, não tem tempo hábil de testá-las ou capacitar as pessoas para seu uso. Por isso, nossa recomendação é seja resiliente nesta hora.

 

Grupos de estudos podem ajudar! Se precisa de ajuda, junte-se com pessoas que podem contribuir com seus estudos 

Se por um lado a tecnologia pode nos deixar na mão, por outro, tem sido o principal recurso para continuarmos sobrevivendo! Por meio de sites e aplicativos para videochamadas em grupo, você pode estudar com amigos e até mesmo professores depois das aulas. 

As trocas de experiências e métodos assertivos para essas pessoas podem ajudar muito. 

 

O que achou de nossas dicas?

Esperamos ter ajudado com todas essas dicas. Compartilhe conosco como está sendo a sua experiência e como fez para superar os desafios do isolamento social!

 

 

Estudar em casa: dicas para superar os desafios das aulas online!

Avise seus amigos: