Avise seus amigos:

Cursar Medicina é o sonho de muitos estudantes. Não é à toa que a graduação é uma das mais concorridas tanto nos programas federais quanto nos vestibulares particulares. Apesar disso, poucos são aqueles que conseguem entrar no curso, uma vez que os custos da formação são muito altos.

As mensalidades de um curso de Medicina particular tem um valor médio de quase cinco mil reais. Em alguns casos, podem chegar a até dez mil reais. Esse investimento é inviável para a maior parte das famílias brasileiras. Se esse é o seu caso, não é preciso desespero. Existem chances de realizar o seu sonho conseguindo uma bolsa de estudos para Medicina.

Uma bolsa de estudos para Medicina em faculdades particulares pode ser integral ou parcial. Na primeira, todo o custo da graduação é coberto, na segunda, somente parte das mensalidades. Além disso, elas podem ser custeadas pela própria instituição, pelo Governo ou por empresas privadas. São muitas possibilidades!

Conheça as 05 formas mais comuns de conseguir uma bolsa de estudos para Medicina.

5 formas de conseguir bolsa de estudos para Medicina

bolsa de estudo medicina

  1. ProUni

É impossível falar de bolsa de estudos para Medicina sem citar o ProUni. O Programa Universidade Para Todos é uma iniciativa federal para expandir o acesso ao Ensino Superior no Brasil. Através do programa, estudantes de baixa renda da rede pública têm a formação paga pelo governo, seja qual for o curso escolhido.

As bolsas do ProUni podem ser parciais (50%) ou integrais (100%). A escolha por uma delas é definida com base socioeconômica:

  • Estudantes que tenham renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio (1,5) podem concorrer pela bolsa integral (100%);

  • Estudantes que tenham renda familiar bruta mensal de até três (03) salários mínimos devem concorrer pela bolsa parcial (50%).

Além dos critérios econômicos, também existem outros:

  • O candidato do ProUni deve ter cursado todo o Ensino Médio em escola pública ou em escola privada com bolsa integral;

  • O estudante deve ter participado da última edição do Enem antes da edição do ProUni para qual está se candidatando;

  • Para participar do programa, é necessária uma média mínima de 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio e não pode ter zerado a redação.

Apesar da nota para participar do programa ser de 450 pontos, a nota de corte para os cursos de Medicina costuma ser mais alta do que isso. Por isso, não se baseie na média mínima do programa.

Além do ProUni, que é a forma mais conhecida de conseguir uma bolsa de estudos para Medicina, existem outras maneiras. Caso você não se encaixe no perfil deste programa, não se desespere: ainda há várias chances. Separamos as principais para você conhecer.

  1. Bom desempenho no vestibular

Diversas faculdades e universidades privadas mantém o seu próprio vestibular como forma de ingresso na instituição. É comum que os alunos que atinjam as primeiras colocações sejam beneficiados com descontos na mensalidade. A redução no custo do curso costuma ser progressivo de acordo com a colocação dos candidatos, sendo maior para os primeiros colocados.

Essas bolsas de bom desempenho no vestibular variam de faculdade para faculdade. Elas são uma boa opção para quem quer conseguir uma bolsa de estudos para Medicina porque os vestibulares próprios têm concorrência menor do que programas federais. Mas, apesar disso, exige tanto esforço para passar quanto no ProUni, viu?

  1. Baixa renda

Outra iniciativa das próprias instituições é manter programas de baixa renda. Nesses sistemas, alunos com renda familiar bruta inferior a determinado valor recebem descontos nas mensalidades. Como essa determinação parte exclusivamente da faculdade ou universidade privada, este valor estabelecido varia entre cada uma.

Para receber essa bolsa de estudos para Medicina, o estudante terá de comprovar a sua renda. De tempos em tempos, a instituição poderá pedir novos documentos para garantir que o estudante ainda atende aos requisitos.

A Faculdade de Medicina Albert Einstein é uma das que tem o sistema de bolsas para baixa renda.

  1. Convênios corporativos

Algumas faculdades particulares têm convênios com empresas públicas ou privadas. Essas empresas mantêm parceria com as instituições de ensino como forma de incentivar a qualificação profissional entre os seus funcionários. Sendo assim, são concedidas bolsas de estudo aos trabalhadores que desejam ter uma formação superior.

Em alguns casos, os funcionários não são os únicos beneficiados pelo convênio entre a empresa e a faculdade. Pode ser que o benefício se estenda a familiares, principalmente aos cônjuges e dependentes até determinada idade.

Se você ou alguém da sua família trabalha em empresas conveniadas com instituições de ensino, vale a pena ver as regras.

  1. Segunda graduação

Por fim, ainda existe mais uma chance para conseguir uma bolsa de estudos para Medicina. Mas essa é exclusiva para estudantes que já tenham feito uma graduação na instituição desejada. Algumas faculdades particulares oferecem descontos significativos para alunos que estejam indo para uma segunda formação.

Por isso, se você já é formado, mas ainda sonha em fazer o curso médico, consulte sua faculdade sobre os descontos para a segunda graduação.

Essas são as principais formas de conseguir bolsa de estudos para Medicina, mas não são as únicas. É possível que algumas instituições tenham outros sistemas próprios. Algumas faculdades dão descontos por cada amigo que você indica e ingressa em alguns dos seus cursos, por exemplo. Sempre vale consultar a faculdade do seu interesse para conhecer as possibilidades.

Além do mais, ainda que você não consiga uma bolsa de estudos para Medicina, é possível tentar financiar a mensalidade do curso com o Fies. O programa, também federal, assim como o ProUni, cobre os custos da graduação durante toda a graduação. Dessa forma, o aluno só deve se preocupar em pagar depois que estiver formado.

5 formas de conseguir bolsa de estudos para Medicina

Avise seus amigos: